Quando o assunto é publicidade e propaganda, um nome em particular costuma surgir de imediato na mente dos brasileiros: Washington Olivetto.

Empreendedor e uma das mentes mais criativas das últimas décadas, ele alavancou negócios de diversas empresas com a criação de peças publicitárias memoráveis.

Os seus esforços, aliás, foram responsáveis por colocar o mercado publicitário nacional em um novo patamar. Como resultado, sua carreira adquiriu reputação internacional, o que lhe rendeu uma vida recheada de conquistas.

Para ilustrar melhor a genialidade dessa emblemática personalidade, portanto, relembramos aqui algumas de suas criações mais memoráveis.

O Garoto Bombril

A criação do Garoto Bombril e os inúmeros comerciais atrelados a este personagem, sem dúvida foi um marco na vida de Washington Olivetto.

A escolha por uma figura carismática e articulada como Carlos Moreno foi pontual e acertada. Isso ajudou a colocar a Bombril no topo entre as produtoras de lã de aço.

A campanha foi tão bem-sucedida que, o Garoto Bombril, de Carlos Moreno, entrou para o Guinness Book. O motivo? Foi o segundo ator que mais atuou em série de comerciais de uma mesma marca.

O Unibanco e os casais

Outro trabalho que mostrou a essência criativa de Washington Olivetto foi a série de comerciais do Unibanco com diferentes casais.

Nesse caso em particular, a inspiração do publicitário provavelmente veio de peças bem-sucedidas em outros países. Isso porque apresentou um bom humor bastante característico das Sitcoms norte-americanas.

Para essas campanhas do banco, Olivetto idealizou pelo menos 80 peças ao todo. A série teve fim há exatos 15 anos, mas até hoje está presente na mente dos brasileiros.

Um dos exemplos mais marcantes foi a que contou com a participação de Débora Bloch e Luiz Fernando Guimarães em um bar.

Hitler – Folha de São Paulo

Comercial eleito um dos 100 melhores comerciais de todos os tempos, com estética semelhante à campanha “Homem de Quarenta Anos”, também de Olivetto.

O primeiro sutiã a gente nunca esquece

Aqui o emblemático publicitário demonstrou muita sensibilidade ao abordar a transição da infância para a adolescência. O comercial de sutiã Valisére, conseguiu ao mesmo tempo transmitir a mensagem da marca e criar empatia com o público feminino.

Na peça exibida há mais de duas décadas, a câmera mostra uma garota que se mostra triste na escola por ser a única da classe que não tem sutiã.

Ao chegar em casa, porém, a surpresa. Ela se depara com uma caixa em cima de sua cama e ao abri-la descobre que ganhou o primeiro sutiã.

O cachorrinho COFAP

Por fim temos aqui o comercial dos anos 90 que não só popularizou uma marca, como também uma raça de cachorro. Não por acaso, a peça figura até hoje a lista das mais importantes criações de Washington Olivetto.

Estamos falando aqui da publicidade criada para a COFAP, marca de peças automotivas. A ideia do publicitário em colocar um cachorrinho da raça Dachshund como protagonista acertou em cheio o público-alvo.

O simpático cãozinho aparecia nos comerciais em uma série de situações inusitadas. A lista incluía até mesmo a sua presença disfarçado de cego e pedindo esmola para consertar peças de seu carro familiar.

O sucesso da campanha foi tamanho, que não só a marca fez sucesso como também a raça do cachorro. A prova disso foi o grande crescimento na busca por pets Dachshund.

Um detalhe interessante sobre esse ponto, é que a raça até hoje é conhecida por muitos como COFAP, que era a marca representada por ele nos comerciais.

Conteúdo Autoral Seven Crowdlearning.

 

[divider width=”full”]

 

Washington Olivetto estará em Vila Velha (ES) em setembro.

Clique aqui e garanta seu lugar neste encontro único que acontecerá no dia 13 de setembro, às 20h, na Área de Eventos Shopping Vila Velha.

 

Write a response … Close responses

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também:
× Fale agora no Whatsapp